Felipe Machado é economista e trabalha como consultor financeiro de seu veleiro em Paraty. Ele nos conta como é possível ter este estilo de vida antes de se aposentar.
PARA APOIAR O #SAL: https://apoia.se/hashtagsal
Veja como é possível convencer o seu chefe a trabalhar em Homeoffice, empreender ou . . .

Você tem que estar logado para acessar este conteúdo

Crie um perfil ou acesse com o seu Facebook, Twiter ou Gmail

 

Criar perfil

41 COMENTÁRIOS

  1. Maravilha!!!!
    Tenho 38 anos e sinto uma necessidade extrema de sair dessa matrix. Porque é assim que tenho seguido nesta vida de correria…
    O projeto da minha vida é viver no mar.
    Trabalho há 18 anos com a captação de recursos e não aguento mais viver a rotina dos centros urbanos.
    Adorei muito o projeto pinto no lixo.

  2. Eu trabalho hoje com investimentos, mesmo antes disso ja trabalhava de Home Office, onde creio que rendo mais que num escritorio. Sempre amei o mar, ja velejei de laser algumas vezes em oportunidades em hoteis, apos uma breve explicacao, depois que conheci o #Sal voltei a sonhar em velejar e agora com essa possibilidade de viver no barco, tenho certeza que e possivel vivier e trabalhar do barco…mas sou casado com 2 filhos pequenos e uma esposa que teria muito medo ate em subir no barco…me resta sonhar em fazer isso na aposentadoria.

  3. ola amigo, adorei seu canal, eu ñ vi todos os videos mais eu gostaria de lhe fazer uma pergunta:
    tenho interesse em comprar um veleiro para no maximo 6 pessoas mais so vamos em 3 rsrsrsr, e o meu interesse e viajar pela costa desde Santa Catarina ate os EUA, isso e possivel?, qual o modelo de veleiro vc recomenda?, quais os riscos e gastos (uma media) sobre esta viajem?

    obg por ler

  4. Show Felipe, gostei da ideia de veleiro compartilhado tenho certeza que funciona bem, pois tenho uma pequena lancha compartilhada somos em 3 sócios dividimos Marina manutenção etc. Mesmo tendo 3 donos as vezes o barco fica sem uso por mais de 30 dias pra mim é inútil ter um barco sozinho seja ele o tamanho que for a não ser é claro que a pessoa queira morar aí é outra vida aliás aí é vida. Também venho pensando em empreender com barcos compartilhados mais voltado pra pescaria quem sabe pode ser o caminho. Um grande abraço valeu #SAL só alegria…..

  5. Assistir o Hastag Sal pra mim é hoje em dia, uma atividade de puro prazer, e cada vez mais, vocês, Adriano e Aline, e meu Cunhado Wagner, pois foi ele quem me deu o incentivo inicial, não posso fazer nada, absolutamente nada, sem antes ver, ler, sobre navegação. Calma, é mesmo uma paixão, mas pode me chamar de louco, pois aqui eu encontro a PAZ… Muito obrigado a todos.
    A minha sequência é, assisto o Hastag Sal no apple tv, depois eu assisto outra vez no notebook e escrevo mensagens e informo que gostei.
    Este com o Felipe foi mais incentivo, pois eu já faço o home office em terra, bem do jeito que o Felipe fala, não tem mais volta e tenha a certeza, quem trabalha assim é muito mais produtivo, se fizer como o Felipe informou, tem que ter disciplina. Nada de redes sociais.
    Até logo e… Good remote winds!